domingo, 14 de abril de 2013

Pesquisa tracking afirma que Maduro ganha com 53,2% dos votos

Jonatas Campos, Caracas - Venezuela

O ComunicaSul teve acesso aos dados da última pesquisa tracking do Instituto Consultores 30.11 realizada entre os dias 10 e 12 de abril com 82.060 venezuelanos maiores de 18 anos em 72 regiões habitacionais do país, incluindo o distrito capital. Na pesquisa feita por telefone foi constatada a intenção de 83,4% dos venezuelanos em votar. Desses, 53,2% disseram votar por Nicolás Maduro, enquanto 42,7% afirmaram que votam em Henrique Capriles Radonski. O restante, 4,1%, não sabe.

A rejeição aos candidatos também é proporcional. Enquanto 50,3% dizem que nunca votariam em Henrique Capriles, 41,1% nunca votariam em Nicolás Maduro.

A pesquisa mostra que a folga do candidato do governo para seu opositor diminuiu, mas que não ameaça uma vitória do chavismo.  A segurança do voto é uma das explicações, já que o Consultores 30.11 afirma que 95% dos eleitores estão certos de seu voto.  “Tomaremos com cenário mais provável, em virtude dos dados dessa tracking, que a abstenção definitiva se repartirá de forma equivalente entre ambas opções, é dizer, que para o 14 de abril a certeza do voto será equivalente para ambas as opções”, afirmam.
"A margem de diferença está localizada em 8% se a tendência a diminuição se deter, o cenário mais provável", diz o levantamento.

A divulgação de pesquisas eleitorais é proibida alguns dias antes dentro do território venezuelano.