terça-feira, 2 de abril de 2013

Começa hoje campanha na Venezuela; Maduro é favorito

Sondagem do instituto de pesquisa GISXXI indica que o candidato chavista Nicolás Maduros atinge 55,3% das intenções de voto, enquanto o opositor Capriles Radonski tem 44,7%. “Estamos diante de um povo interessado no processo político, consciente de suas responsabilidades e comprometido com a democracia”, diz Jesse Chacón, o diretor do instituto.

Vinicius Mansur, de Caracas-Venezuela

As vésperas do início oficial da campanha eleitoral para presidente da Venezuela, o candidato chavista Nicolás Maduros tem 55,3% das intenções de voto, enquanto o candidato opositor Capriles Radonski tem 44,7%, de acordo com a pesquisa divulgada nesta segunda-feira (1º) pelo Grupo de Investigación Social XXI (GISXXI). A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais. A campanha eleitoral se inicia oficialmente nesta terça-feira (2).

Em um país onde o voto não é obrigatório, o estudo aponta que entre 77 e 80% dos eleitores aptos irão às urnas no dia 14 de abril e que 78% dos venezuelanos considera estas eleições mais importantes do que o último pleito disputado por Hugo Chávez, em 7 de outubro de 2012. “Estamos diante de um povo interessado no processo político, consciente de suas responsabilidades e comprometido com a democracia”, disse o diretor do GISXXI, Jesse Chacón.

Segundo Chacón, a maioria dos entrevistados pró-Carpiles afirma que votará por querer “uma mudança política”. Já a maior parte dos eleitores de Maduro afirma que o fará para “que continue a revolução” ou “porque disse Chávez” e “há que ser disciplinado”. E 66% dos entrevistados acredita que a vitória será de Maduro.

O estudo ainda revela a avaliação extremamente positiva alcançada por Chávez nesse momento: 77% afirmam apoiar seus feitos, 75% concordam com a frase “o presidente passará para a história como um dos grandes libertadores” e 71 % estão de acordo com a frase “agora o mais importante é continuar o projeto do presidente Chávez”. A pesquisa foi feita a partir de 1,5 mil entrevistas realizadas entre 18 e 23 de março em todos os 24 estados da Venezuela. A campanha ocorrerá até 11 de abril e o pleito, no dia 14.

Fotos: 
www.unamerica.org.br